Páginas

quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

O segundo postal de Natal ..... agora com o Pai Natal


[a minha opiniao conta] Uma mão estendida ......


artigo de opinião da minha autoria publicado no site do Região Sul

Nos últimos dias li alguns artigos sobre os próximos fundos comunitários, mais concretamente cerca de 176,9 milhões de euros que Portugal vai receber para fornecer alimentos e outros produtos básicos às franjas mais baixas da sociedade portuguesa. Ninguém contesta, nem critica a ajuda a estas franjas da população mais baixas, é preciso tudo para combater a pobreza extrema em particular quando chega ás familias com crianças e jovens.

Neste altura natalicia também se fala muito na abertura das cantinas escolares às crianças e jovens carenciados, e agora nalguns casos também ás suas familias. Ou seja, o que se esperava ser provisório está em risco de se tornar um habitual. E depois, quando um dia acabar o que vai ser destes agregados ? fome, mais pobreza, violência e crime .....

Esperemos que chegue rapidamente uma mudança de mentalidade, é preciso que os educadores sociais possam fazer o seu trabalho, possam educar, possam ensinar como fazer ! 

Como acabar com este sistema de 'mão estendida' que muitos vivem ?
Como acabar com este assistencialismo que existe ?
Como acabar com este ciclo de dependência atual ?

Cabe a todos os agentes sociais dar estas capacidades e competências ás familias, mas em especial ás crianças e jovens. São estes, serão estes o futuro e ninguém quer que seja de continuação neste ciclo de dependência do estado. É de extrema importância conseguir dar estas competências de vida a todos estes jovens que 'correm' rapidamente para a vida adulta.

Que sirva para todos pensarmos em conjunto no que fazer, e no como fazer. Em especial como fazer, como educar, como ajudar.




quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

Simply Red - Stars

Agora para quem gosta e quer descontrair, um pouco de boa música com Simply Red
Um dos meus preferidos


quarta-feira, 10 de dezembro de 2014

[a minha opiniao conta] 2014 : Ano Devastador para as crianças e jovens


(imagem do site Globo

Só podia mesmo ser hoje que escrevo estas linhas. 

Hoje é um dia especial para Malala, que recebeu formalmente o Nobel da Paz, pela sua dedicação e trabalho em prol da educação para as inúmeras jovens do seu País, e não só, pelo livre acesso à Educação. É um dia especial para a esperança de todas as crianças e jovens.
Tal como Malala teve oportunidade de referir, este prémio é das milhões de meninas que como elas não tinha acesso à Educação. É precisamente este humildade que me atrai nesta jovem, que me dá forças para ser mais um a lutar pelos direitos das crianças em serem felizes, pelo direito de terem um teto, pelo direito de terem uma familia e um lar, pelo direito de um carinho. 

Neste ano, em que se comemoram 25 anos dos Direitos da Criança, e dias após a apresentação por parte da Unicef do seu relatório anual, percebemos que nunca tantas crianças foram agredidas, usadas, molestadas, mortas, violadas como neste ano. Percebemos existem crianças sem uma mão amiga, sem um Pai, sem uma Mãe, sem o apoio de alguém ...... e com os seus direitos violados ! 
É um ano Devastador para as crianças e jovens. Este documento da Unicef não é só mais um conjunto de folhas soltas, é uma imagem real do sofrimento infantil onde este é mais visivel e constante. É aquilo que se pode denominar, se pode definir como um quadro negro da condição infantil. 

A nossa situação portuguesa não é em todo diferente, por isso celebrar os 25 anos dos Direitos da Crianças sem mudanças que se vejam, sem mudanças reais e visiveis é em tudo uma ironia que se torna mesmo numa hipocrisia global. 

Estamos no Natal, onde se fala mais e nos lembramos mais das crianças e jovens, época que deveria ser por si só de alegria. Não é no seu todo verdade, sabemos bem que muitas crianças e jovens portuguesas não têm um Natal alegre e com proteção. Não têm uma familia, não têm um lar, uma casa. Todas as crianças merecem mais de todos nós, merecem ser protegidas, merecem ter o carinho que lhes falta. 

Hoje quando ouvi o discurso de Malala vieram-me as lágrimas aos olhos, não só pela tristeza do que esava a visualizar nas suas palavras mas também pela esperança que senti por perceber que posso ser mais um, apenas mais um, até que a última criança tenha um Lar, tenha o carinho e a proteção que merece. 

Até lá, não desisto e resisto. Hei-de conseguir, sei que hei-de lá chegar ....

O primeiro voto de um Feliz Natal com os minimeus

Quem me conhece sabe que adoro o Natal, a alegria, as musicas, a verdadeira solidariedade são tudo numa época para mim linda ! Aqui fica o meu primeiro voto de um Feliz e Santo Natal para todos os meus amigos e amigas.
Publicação de Alena Šeredová

Homilia da Imaculada Conceição

Deixo-vos com a homilia da Imaculada Conceição, proferida pelo Padre Mário Sousa no passado dia 8 de Dezembro, quando mais de 30 jovens portimonenses fizeram o seu compromisso perante Deus e a Comunidade.

sábado, 6 de dezembro de 2014

[a minha opinião conta] Elogie em público e corrija em privado


Duas frases que resumem como devia ser, mas que demonstram bem como é a realidade.

Infelizmente assisto diariamente a situações em que a atitude é uma tentativa de humilhação em público, achando que desta forma se consegue evitar e travar um dado acontecimento. Errado, quando alguém se sente humilhado, de certo que não vai  ceder e ainda vai elevar mais a revolta, isso sim, vai revoltar e irritar mais.

Um elogio, por pequeno que seja, pode ter um sentido tão positivo que por vezes até é dificil de perceber. Faz-nos sentir bem e com a auto estima elevada

Deixe a correção para mais tarde, 
Deixe o 'dar na cabeça' para mais tarde, 
Deixe o 'agora vais ver como é' para mais tarde,

As frases resumem muito bem o que quero dizer, e a minha opinião sobre este assunto.
Levar alguém a dar uma explicação em público, muitas vezes com outros e outras aos gritos e a criticarem não é fácil e chega-se rapidamente a uma situação muito humilhante.

Elogie em público e corrija em privado é a melhor e a mais acertada opção.

Para todos refletirmos ! 



domingo, 30 de novembro de 2014

Ranking das Escolas 2014

(foto do Jornal Expresso)

Umas breves palavras ao Ranking das Escolas 2014, e em particular ao 
Ranking da nossa Escola D. Martinho Castelo Branco

http://sicnoticias.sapo.pt/Infografias/2014-11-29-Ranking-das-Escolas-2014-as-melhores-e-as-piores-do-pais

Foram tornados públicos os rankings das Escolas publicas e privadas de 2014. 

Pelo que li e ouvi, é um exemplo de como estamos a tornar elitistas o Ensino, basta analisar o ranking para perceber que os melhores são todos do privado.
Não é novidade verificar que as escolas e agrupamentos com maior percentagem de alunos carenciados tem uma média de notas mais baixa, Não é novidade perceber que as escolas e agrupamentos dos centros e zonas de Portugal com menor desemprego e melhor nível de vida têm médias de notas superiores. 

Será que se as condições de todos os alunos fossem as mesmas, seria possível ter melhores notas ? Nem todos têm as mesmas condições na escola, nem todos têm o mesmo corpo docente e isso faz uma grande diferença.
Diferenças entre o privado e público são muitas, na minha opinião umas mais que outras. 
Pensemos na qualidade do Ensino e do corpo docente numa escola privada, na dedicação e na preocupação que os professores e toda a organização têm. É fácil de perceber que não é igual. 
Também nalguns casos, aqui já não tão evidente porque depende dos alunos e dos professores, no privado existe uma maior preparação para os exames (por vezes com meses de trabalho e dedicação).
É verdade que o privado 'escolhe' os alunos muitas vezes com uma base apenas financeira. 

Falando agora de Portimão, e mais concretamente do nosso agrupamento.
O ranking não foi simpático para a Martinho Castelo Branco. Temos um registo de 45% de alunos carenciados, quase metade da população estudantil, o que dificulta muito o trabalho de toda a organização e em particular dos professores. A carência tem vindo a a aumentar, e parece que com todas as políticas educativas em Portugal, não vai descer mas sim aumentar.

Na nossa escola, o ano letivo começou muito atribulado, muita falta de professores, muitas entradas e saidas e professores, e sobretudo cada vez mais dificuldade dos alunos em ter um ambiente escolar saudável e que possa por essa mesma via 'criar' jovens dinâmicos, solidários e com vontade de ser melhor, de ter um Portugal melhor. Uma coisa Vos digo, com esta atitude, com este ambiente, será muito difícil com as médias e as notas dos exames nacionais melhorem e estejam ao nível que todos os Pais e Educadores gostariam.
Era preciso uma melhor organização na Escola, Era preciso um corpo docente mais dinâmico e presente, Era preciso afastar algumas 'ervas daninhas' que teimam em não sair. Temos de querer para os nossos educandos o melhor, mas para isso é preciso vontade dos alunos, dos professores e das familias, é preciso que todos os problemas sejam resolvidos de imediato, não podemos esperar por decisões que muitas vezes teimam em aparecer por motivos burocráticos e de dificil entendimento para as familias,
Não podemos ter turmas sem professores, em particular nas disciplinas principais. Não podemos esperar por professoras que não estão, há que resolver rapidamente essas faltas e não esperar semana após semana. Não podemos ainda agora, com quase o primeiro período acabado, estar à espera da colocação de um professor de Matemática ou Português.
Não podemos ter professores como Diretores de Turma sem o minímo de vocação para tal, e pior ainda sem o minímo de vontade. Isso vai ser refletido no próprio comportamento dos alunos.

Um aluno pode ser um 'espelho' do comportamento do próprio professor

Por fim, e esta é uma critica muito pessoal à escola, a comunicação escola-familias tem de ser melhor, tem de de facto existir, não pode ser um mito.

Mais uma Campanha do Banco Alimentar contra a fome no Algarve


Está a decorrer neste fim de semana mais uma Campanha do Banco Alimentar. Partilhem e participem como Vos for possivel, toda a ajuda é importante e faz a diferença. Ainda podem continuar a ajudar até 7 de Dezembro através do site www.alimentestaideia.net.

Eu sou Voluntário em mais uma Campanha, porque entendo que todos temos o dever de ser solidários e de ajudar como podemos.  Todos contam, Todos são importantes, Todos juntos podemos fazer a diferença.

domingo, 2 de novembro de 2014

Frio polar



http://diariodigital.sapo.pt/news.asp?id_news=616747#.VFT9JX1mRd4.facebook

Não convém abusar, mesmo que por cá não chegue ao negativo ....

Vá lá meninos e meninas, bem vestidos, o Verão já lá vai e mesmo que não não pareça Inverno ...

Aí vem uma vaga de frio polar que vai baixar os termómetros, nalguns locais, a graus negativos. Por cá espera-se descida até aos 5 graus e em Lisboa a próximo do 0.

Protejam-se, depois não se queixem. Isto também para mim !

sábado, 25 de outubro de 2014

Médicos lançam "cartão do cidadão" para evitar riscos na anestesia



Iniciativa muito interessante da Sociedade Portuguesa de Anestesiologia, e que pode salvar algumas vidas e ajudar os médicos na altura de anestesiar.

Preencha o questionário que está disponivel no site da SPA (abaixo link) e guarde-o na sua carteira.

http://www.spanestesiologia.pt/wp-content/uploads/2014/10/VOU_SER_ANESTESIADO.pdf

Noticia do site Noticias do Mundo
http://www.noticiasaominuto.com/pais/295516/este-documento-pode-um-dia-salvar-lhe-a-vida?utm_source=vision&utm_medium=email&utm_campaign=afternoon

Hora


Na madrugada de domingo, os relógios atrasam 1 hora, às 2h. Portugal passa então a estar alinhado com o tempo universal (Greenwich, TMG).

Começa então o horário de Inverno

Video : Uma lição de vida

a procurar o video

quarta-feira, 17 de setembro de 2014

«hat-trick» de Brahimi em goleada portista


Assim vale a pena

Goleada na Champions, magnifico para o ânimo da equipa. É bom ver que a situação com o Quaresma está melhor, jogou e foi até titular. Brahimi está azul como céu.

O FC Porto goleou esta quarta-feira por 6-0 o BATE Borisov, no Estádio do Dragão, em jogo da primeira jornada do Grupo H da Liga dos Campeões. Brahimi é a figura do jogo, com um hat-trick. O argelino marcou aos cinco, 29 e 56 minutos. Pelo meio, Jackson Martinez, aos 35, também «picou o ponto». Adrián Lopez, aos 61 minutos, também marcou. Aboubakar, aos 76, estreou-se a marcar de «azul-e-branco».