segunda-feira, 9 de março de 2009

O que os Grandes do nosso futebol ainda têm pela frente !

O Sporting aparentemente tem um calendário menos complicado, mas como é óbvio o FC Porto é o grande favorito ao título.

Sem mais nenhum confronto entre os Grandes em perspectiva no campeonato e com os três a manterem-se ainda como candidatos ao título, qual é o calendário menos complicado no terço que resta da prova ?

Olhando para os derradeiros dez encontros, teoricamente o Sporting parece ter um caminho menos acidentado e tudo indica menos problemático. O problema mesmo é que os “leões” também partem com a maior desvantagem do trio da frente, e por isso mesmo perdem ainda com os dois adversários no confronto directo, em caso de empate. Já o FC Porto e Benfica têm reservados obstáculos mais difíceis de transpor.

É certo que os “dragões” vão sair na "pole position" para as últimas dez jornadas, com dois pontos de vantagem sobre os “encarnados” e quatro dos “leões”, que serão cinco em caso de empate, mas terão pela frente o percurso aparentemente mais difícil dos três “grandes”. Leixões, Vitória de Guimarães e Marítimo fora de portas, para além do Nacional e Sporting de Braga, no Dragão, são encontros de risco, com os minhotos a encerrarem a época. E há ainda que contar com a forte possibilidade de os portistas terem pela frente mais um par de jogos para a Liga dos Campeões. Não muito menos complicada está a estrada do Benfica. Fora da Luz, tem jogos de risco com o Nacional e Braga, recebendo o Guimarães e o Marítimo.

Nesta lógica, menos complicada parece ser a vida do Sporting. As deslocações mais dramáticas serão aos terrenos do Leixões, V. Guimarães e Marítimo (a equipa de Paulo Bento tem apenas quatro jogos fora, enquanto FC Porto e Benfica têm cinco), com o Nacional a ser o visitante mais indesejado em Alvalade, na derradeira partida do campeonato. Mas, mesmo que cumpram com as suas obrigações, os “leões” têm que esperar sempre que as desventuras alheias sejam maiores que as suas próprias.

FC Porto favorito, dizem os analistas

O facto de o FC Porto estar aparentemente menos forte - embora eu não concorde totalmente com isso - é apontado para que o campeonato continue competitivo.

Todo o cenário anterior é montado na perspectiva de que serão apenas três os candidatos ao título e ao segundo lugar, onde está a desejável cereja de acesso à Liga dos Campeões, através de uma das pré-eliminatórias da prova. Mas a apenas dois pontos dos “leões”, quatro dos “encarnados” e seis dos “dragões” estão Leixões e Nacional, dupla a que poderá juntar-se esta noite o Braga, caso vença em casa o derby minhoto com o Guimarães, a encerrar a 20.ª jornada.


Se houvesse um mini-campeonato entre os três “grandes” do futebol português, o título já estaria atribuído ao FC Porto, com um ponto de vantagem sobre o Benfica e dois sobre o Sporting.

Todas as equipas conseguiram apenas uma vitória nos confrontos entre si, acabando os “leões” por ser o elo mais fraco. Tanto em relação aos “dragões” como às “águias”, o Sporting está em desvantagem em caso de igualdade pontual. No caso do Benfica, pela diferença de golos marcados nos duelos na Luz e Alvalade. P.C.

FC Porto

21.ªjornada: Leixões (Fora)
22.ª: Naval (Casa)
23.ª: V. Guimarães (F)
24.ª: E. Amadora (C)
25.ª: Académica (F)
26.ª: V. Setúbal (C)
27.ª: Marítimo (F)
28.ª: Nacional (C)
29.ª: Trofense (F)
30.ª: Sp. Braga (C)


Benfica

21.ª jornada: Naval (Fora)
22.ª: V. Guimarães (Casa)
23.ª: E. Amadora (F)
24.ª: Académica (C)
25.ª: V. Setúbal (F)
26.ª: Marítimo (C)
27.ª: Nacional (F)
28.ª: Trofense (C)
29.ª: Sp. Braga (F)
30.ª: Belenenses (C)


Sporting

21.ª jornada: P. Ferreira (Casa)
22.ª: Rio Ave (C)
23.ª: Leixões (Fora)
24.ª: Naval (C)
25.ª: V. Guimarães (F)
26.ª: E. Amadora (C)
27.ª: Académica (F)
28.ª: V. Setúbal (C)
29.ª: Marítimo (F)
30.ª: Nacional (C)

a ver vamos como acaba, sempre a pensar no Porto em primeiro e a seguir os outros todos .....

Sem comentários: