segunda-feira, 25 de maio de 2009

História da Associação Lions International

A Associação Internacional de Lions Clubes nasceu como o sonho de um empresário de Chicago chamado Melvin Jones. Ele acreditava que os clubes comerciais locais deveriam expandir seus horizontes de preocupações puramente profissionais para o bem-estar das comunidades e do mundo como um todo.

O grupo de Jones, o Business Circle of Chicago, concordava com ele. Após contacto com grupos semelhantes nos Estados Unidos, uma reunião organizacional foi realizada em 7 de Junho de 1917 em Chicago, Illinois, EUA. O novo grupo adoptou o nome de um dos grupos convidados, a "Associação de Lions Clubes", e uma convenção nacional foi realizada em Dallas, Texas, EUA, em Outubro do mesmo ano. Um estatuto, regulamentos, objectivos e um código de ética foram aprovados.

Entre os objectivos adoptados naqueles primeiros anos figurava um que expressava: "Nenhum clube deverá ter como meta o desenvolvimento financeiro de seus sócios". Esse apelo ao serviço altruísta continua sendo uma das principais doutrinas da associação.

Apenas três anos após sua formação, a associação tornou-se internacional com o estabelecimento do primeiro clube no Canadá, em 1920. A expansão internacional continuou com a fundação de novos clubes, especialmente na Europa, Ásia e África, nas décadas de 1950 e 1960.

Em 1925, Helen Keller discursou na Convenção Internacional do Lions em Cedar Point, Ohio, EUA. Ela desafiou os Leões a se tornarem "paladinos dos cegos na cruzada contra a escuridão". Desde então, os Lions Clubes têm se envolvido activamente no atendimento aos cegos e aos deficientes visuais.

Ao ampliar sua actuação internacional, o Lions Clubs International ajudou as Nações Unidas a constituir as seções de organizações não-governamentais em 1945 e continua mantendo sua posição de carácter consultivo junto a ONU.

Em 1990, o Lions lançou sua mais agressiva campanha para a conservação da visão, o SightFirst. O programa de US$ 202 milhões luta para livrar o mundo de problemas de cegueira evitáveis e reversíveis, apoiando serviços de atendimento médico aos extremamente necessitados. O Lions lançou a Campanha SightFirst II para levantar pelo menos US$ 150 milhões para continuar e expandir o trabalho extraordinário do SightFirst.

Além dos Programas de Visão, o Lions Clubs International tem o compromisso de oferecer serviços aos jovens. Os Lions Clubes também trabalham para melhorar o meio ambiente, construir casas para os deficientes, apoiar a luta contra a diabetes, realizar programas auditivos e, por meio de sua fundação, oferecer auxílio às vítimas de catástrofes em todo o mundo. O Lions lançou a Campanha SightFirst II para levantar pelo menos US$ 150 milhões para continuar e expandir o trabalho extraordinário do SightFirst.

2 comentários:

ellen disse...

Já linkei no meu também João.
Se quiser pode entrar no tal Blog ... onde diz "Contra a Pedofilia em Defesa da Infância".
Não se esqueça de inscrever. Lá nesse tal Blog diz tudo.

Beijito

Luma disse...

Olá João! Vim através do comentário que postou no blogue da Elen, onde questionava como proceder para participar da blogagem coletiva. A blogagem foi até o dia de ontem, mas pode publicar o tema a qualquer hora, afinal, é assunto atemporal e de grande interesse social. Beijus