quarta-feira, 24 de junho de 2009

Vendem-se problemas: vão de 1 a 5 mil euros!



Leva uma vida despreocupada? O site Need a Problem vende-lhe desafios estranhos. Em nome da confiança e contra a monotonia.




Está a sobrevoar os Alpes suíços num helicóptero, quando de repente o piloto tem um ataque cardíaco e passa-lhe o controlo do aparelho. Durante uns minutos fica sozinho no cockpit e tem de evitar a queda. No último momento, o piloto recupera a consciência e aterra. Milagre? Não. Acabou de superar um problema do site www.needaproblem.com, que nasceu em Novembro e todos os dias vende um dilema a utilizadores com falta de desafios.

O funcionamento do site é simples. Primeiro escolhe-se o tipo de problema - vai do trivial ao quase impossível - recebe-o por e-mail. Tem 48 horas para resolver o desafio e enviar um comprovativo para o site - uma fotografia, por exemplo. "Oferecer soluções é muito banal. Queremos dar algo completamente diferente, porque quem é feliz e não tem preocupações leva uma vida entediante", diz Martin. Dos três amigos, Hansmartin Amrein é o responsável por criar problemas. Os mais triviais, que custam um euro, são fáceis de resolver. Arranjar uma fotografia aérea do jardim botânico de Caracas não deve causar muitas dores de cabeça. "Mas outro dos desafios é trabalhar, durante um dia, como homem do lixo e enviar-nos uma fotografia em uniforme", conta Martin Koncjlia.

Há tarefas ainda mais complicadas que a do helicóptero: "Por 5 mil euros, compra um problema quase impossível de resolver, como almoçar com a nossa assistente no restaurante The Pearl, em Reiquiavique, na Islândia, e manter uma conversa agradável. Detalhe: ela só percebe islandês." O needaproblem.com começou por estar apenas em alemão, mas em Fevereiro foi traduzido em inglês. Nessa altura o número de visitas mensais disparou de 50 mil para 200 mil.

Sem comentários: