terça-feira, 7 de julho de 2009

Argentina fecha teatros e Bolívia proíbe beijos devido à Gripe A

A Argentina fechou os teatros ao público, durante dez dias, para evitar a propagação da Gripe A, enquanto a Bolívia proíbiu os beijos e as unhas compridas na prisão.

Na Argentina, onde a gripe já matou 60 pessoas, quer teatros públicos quer privados estão encerrados ao público desde hoje, e durante dez dias, tendo a Associação de Empresários Teatrais se comprometido a devolver o dinheiro dos bilhetes pré-comprados.

O receio de contágio já levou a uma quebra de espectadores de 80 por cento.

Em 20 distritos da província de Buenos Aires, a maior do país, além dos teatros, foram fechados bares, salões de baile, ginásios, bingos, cinemas e museus.

Já na Bolívia, a direcção do regime penitenciário de Santa Cruz aplicou um manual para evitar a propagação do vírus entre os reclusos que inclui a interdição dos beijos e a obrigação do corte das unhas.

Santa Cruz é a região boliviana com mais casos de gripe A - 283 num total de 418 contabilizados pelo governo.

Por cá, o que alguém diria se amanhã eu aparecesse no meu local de trabalho com uma máscara e andasse a lavar as mãos de hora a hora ? possivelmente diriam que estava a exagerar, parece que só por cá ainda ninguém percebeu a gravidade desta pandemia.

Sem comentários: