terça-feira, 20 de outubro de 2009

Estádio do Algarve pode ficar de fora do Mundial 2018

Fiquei boquiaberto com a possibilidade de o Estádio do Algarve ficar de fora de um possível Mundial de futebol. O nosso estádio faria ponte com o Estádio Olímpico, em Sevilha, para jogos de um dos grupos.

A notícia de que apenas os estádios da Luz, Alvalade e Dragão estão escalados para a candidatura ibérica - Portugal e Espanha - para o Mundial 2018 caiu mal junto dos presidentes das câmaras de Loulé e Faro, que consideram que a região algarvia não deve ficar de fora do evento mundial.

“A exclusão parece prematura. Estamos a falar de um evento que só vai acontecer em 2018”, avança ao Observatório do Algarve, Seruca Emídio, edil louletano, e acrescenta que, apesar de não saber quais as razões do afastamento do recinto, não considera aceitável que uma “região do País que melhores condições de alojamento oferece e que tem um aeroporto próximo, não participe na organização do Mundial”.

Num caso hipotético de o Estádio Algarve ser incluído no Mundial, Seruca Emídio reconhece que será preciso aumentar a capacidade de 30 mil para 40 mil lugares, “um investimento de alguma monta, mas exequível”.


Macário Correia, que, apesar de ainda não ter sido empossado como presidente da câmara – será hoje à tarde –, ficará com a gestão do Estádio Algarve durante o próximo ano, afina pelo mesmo diapasão que o seu colega louletano.

“O Algarve tem de ser respeitado e tido em conta. Compreendo as declarações de qualquer dirigente desportivo, mas tenho de sugerir que o Algarve tem um Estádio em boas condições e a região é a principal porta turística de Portugal”, assume.

Com a 'pasta' do recinto algarvio no seu primeiro ano de mandato, Macário Correia confidencia que terá uma reunião com o edil louletano “nos próximos dias para falar sobre o Estádio” e considera que será preciso “gastar dinheiro para o rentabilizar”.

“Se tivermos de fazer uma bancada para ser rentável, fazemos, porque não servirá apenas para este jogo, mas para outros. Um estádio dura dezenas de anos e o futebol muda de ciclo todos os anos. Podemos ter mais eventos, estágios de selecções e jogos de torneios. A realidade não é a melhor, mas temos de a gerir”.

Está tudo louco, gastaram-se Milhões e Milhões em novos estádios e agora ninguém é responsável ???? os nosso politicos estão completamente loucos !

Sem comentários: