domingo, 22 de novembro de 2009

Comunicado da FC Porto SAD


Comunicado da FC Porto – Futebol, SAD

Na sequência do adiamento do jogo da Taça de Portugal entre a UD Oliveirense e o FC Porto, que apenas confirmou os alertas deixados por esta sociedade durante os últimos dias, vem a Administração da FC Porto – Futebol, SAD comunicar o seguinte:

1 – É uma incoerência que a entidade que permitiu que este jogo fosse marcado para o Estádio Carlos Osório, tenha reclamado veementemente acerca das condições do palco bósnio onde Portugal actuou na quarta-feira. Qual a legitimidade da Federação Portuguesa de Futebol quando apenas defende os jogos das suas selecções e descura os dos clubes que lhes fornecem atletas?

2 – A marcação de uma partida para um estádio no qual já se sabia não existir condições de segurança para jogadores e adeptos, havendo até o risco de sobrelotação, afasta do futebol os patrocinadores que a ele se desejem associar;

3 – Era evidente que a decisão de adiar o jogo teria de ser tomada. Pena é que uma federação que se diz moderna não tenha feito a mesma análise da situação que fez o FC Porto, deslocando-se ao local para verificar todas as condições, nomeadamente quando o relvado já estava em péssimo estado e as previsões apontavam para o agravamento da meteorologia. Ao ignorar estas condicionantes, a FPF terá de desculpar-se perante os adeptos que acorreram a este recinto ao engano;

4 – Finalmente, aguarda-se que a FPF não «lave as mãos como Pilatos», limitando-se a marcar uma data qualquer, quando o essencial é que o local para a realização do UD Oliveirense-FC Porto assegure todos os requisitos para um bom espectáculo, de modo a que, por exemplo, se reduza o risco de lesões nos intervenientes, entre eles alguns que podem marcar presença no próximo Mundial.

Porto, 21 de Novembro de 2009

O Conselho de Administração da FC Porto – Futebol, SAD

Sem comentários: