terça-feira, 7 de setembro de 2010

Parkalgar Honda com mais uma vitória



Comunicado de Imprensa - Autódromo Internacional do Algarve

Parkalgar Honda vence e garante opção para o titulo
Praia termina heroicamente nos pontos

A equipa portuguesa da Parkalgar Honda somou a sua sétima vitória da temporada por intermédio de Eugene Laverty. O irlandês rubricou uma das melhores corridas da temporada ao vencer no traçado alemão, na frente de um sensacional Gino Rea, que nunca lhe deu descanso. Ao interpor-se entre o vencedor e o líder do campeonato, Kenan Sofuoglu, o jovem britânico devolveu a Laverty a chance de depender apenas de si mesmo na luta pelo título, quando faltam apenas duas corridas para o final do campeonato.

Miguel Praia viu interrompida uma série de excelentes resultados quando estava inserido no grupo que viría a discutir a sexta posição. O piloto algarvio arrancou bem, ganhando dois lugares na travagem do final da recta, e depressa se viu envolvido numa série de escaramuças que o posicionaram no 12˚ posto. Uma queda a baixa velocidade na travagem do final da recta frustrou quaisquer possibilidades de repetição de um resultado nos “top 10”. Praia levantou-se e encetou uma recuperação que o levou a entrar nos lugares pontuáveis, garantindo deste modo dois preciosos pontos.

Miguel Praia, Parkalgar Honda (14°, a 1’51’319)
“Arranquei bem e nas primeiras voltas ganhei e perdi posições, pois toda a gente estava muito agressiva, com muitos encontrões à mistura. Coloquei-me confortavelmente no 12˚ lugar e com o sexto à vista. As alterações que fizémos na moto não funcionaram como queríamos com esta temperatura o que fez com que ela ficasse mais difícil de inserir nos esses de Schumacher, uma curva fundamental que dá acesso à recta grande do circuito. Ao ver que comecei a perder algum tempo para o grupo que estava a lutar pelo sexto lugar, tive de apertar um pouco mais o ritmo e acabei por exagerar ligeiramente na travagem do final da recta. Foi pena não sentir a confiança na frente dos dois dias de treinos, pois o ‘top 10’ estava de novo à vista. Contudo nada está perdido: só temos de manter este ritmo e concerteza o nosso dia chegará ”.

Eugene Laverty, Parkalgar Honda (1°, 37’52”893, média 154,592 km/h)
“Foi a corrida mais difícil da temporada! Liderei a prova toda debaixo de uma enorme pressão. Geralmente, quando lidero umas corrida, escolho o meu momento para atacar e conseguir uma margem de conforto. Mas aqui o Gino Rea manteve-me debaixo de pressão todo o tempo. Mesmo sabendo que o Kenan Sofuoglu estava a ficar para trás, não tive um momento de descanso, devido à presença constante do Gino atrás de mim. A moto estava a mexer-se muito e com o Gino a pilotar tão bem tive de o bloquear nas últimas curvas para garantir a vitória. Com este resultado passo a depender apenas dos meus resultados para alcançar o titulo, ainda que tenha de vencer as duas últimas corridas, se o Kenan ficar em segundo”.

Simon Buckmaster, Director Desportivo da Parkalgar Honda
“O Eugene fez uma grande corrida, defendendo-se muito bem nas últimas curvas. O Gino Rea esteve muito bem, deu luta cerrada até ao final e fez-nos um grande favor ao interpor-se entre o Laverty e o Kenan. Só houve uma altura em que temi que a juventude do Gino o levasse a cometer um erro na travagem e a comprometer a nosso resultado, mas temos de lhes dar os parabéns e à equipa dele pelo segundo lugar. Não sei se o Kenan foi afectado pela pressão do resultado, mas com esta classificação voltamos novamente a depender apenas de nós próprios. Foi uma pena o pequeno erro que comprometeu a corrida do Miguel. Mas ao menos ele levantou-se e terminou a corrida nos pontos. Não acho que conseguisse repetir o resultado de Silverstone mas poderia ter terminado facilmente no ‘top 10’. Em Imola ele pode novamente voltar aos bons resultados.”

Mark Woodage, Responsável Técnico (Miguel Praia)
“O Miguel queixou-se de alguns problemas na frente da moto. Não efectuámos quaisquer alterações do ‘warm-up’ para a corrida e de manhã a moto estava boa. Uitlizámos praticamente o mesmo pneu ao longo do fim-de-semana, mas a temperatura subiu no dia corrida. Pode ter sido uma simples questão relacionada com os pneus, como a pressão de enchimento. Mas do lado positivo há que lhe dar o mérito de ter retomado a corrida e terminado nos lugares pontuáveis. Esperamos que este fim-de-semana tenha sido uma simples interrupção do excelente momento que o Miguel está a atravessar”.

Phill Marron, Responsável Técnico (Eugene Laverty)
“O Gino Rea fez-nos um grande favor! Tecnicamente cometemos uma alteração menos boa na afinação da forquilha que levou o Eugene a sofrer algumas vibrações (‘chattering’) no primeiro sector do circuito. O problema é que ao longo de todo o fim-de-semana nunca trabalhámos sob estas temperaturas que encontrámos na corrida. Não fosse esta situação e acho que o Eugene poderia ter tido uma corrida mais fácil rumo à vitória.”


Classificação do Mundial de Pilotos após 11 provas


1 Kenan Sofuoglu Honda Ten Kate TUR 219
2 Eugene Laverty Honda Parkalgar IRL 211
3 Joan Lascorz Kawasaki Motocard.com ESP 168
4 Chaz Davies Triumph BE1 ING 136
6 Gino Rea Honda Intermoto Czech ING 103
6 David Salom Triumph BE1 ESP 89
7 Robin Harms Honda Harms Benjan DIN 86
8 Michele Pirro Honda Ten Kate ITA 65
9 Mathieu Lagrive Triumph BE1 FRA 65
10 Fabien Foret Kawasaki Lorenzini by Leoni FRA 63
11 Katsuaki Fujiwara Kawasaki Motocard.com JAP 60
12 Massimo Rocoli Honda Intermoto Czech ITA 60
13 Miguel Praia Honda Parkalgar POR 59
12 Fabien Foret Kawasaki Lorenzini by Leoni FRA 52
13 Massimo Rocoli Honda Intermoto Czech ITA 52
14 Alexander Lundh Honda Cresto Guide SUE 23
15 Jason Disalvo Triumph BE1 EUA 21

Sem comentários: