quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

Presidente do Parlamento Europeu diz que o futuro de Portugal é “o declínio”


Presidente do Parlamento Europeu diz que o futuro de Portugal é “o declínio”


http://www.publico.pt/Pol%C3%ADtica/presidente-do-pe-diz-que-o-futuro-de-portugal-e-o-declinio_1532912

“Há umas semanas estive a ler um artigo no Neue Zürcher Zeitung que até recortei. O recém-eleito primeiro-ministro de Portugal, Passos Coelho, deslocou-se a Luanda. [...] Passos Coelho apelou ao Governo angolano que invista mais em Portugal, porque Angola tem muito dinheiro. Esse é o futuro de Portugal: o declínio, também um perigo social para as pessoas, se não compreendermos que, economicamente, e sobretudo com o nosso modelo democrático, estável, em conjugação com a nossa estabilidade económica, só teremos hipóteses no quadro da União Europeia”.

Estas declarações mostram bem que a Alemanha quer ter o poder económico e financeiro na Europa. Pelos visto, faz confusão que Portugal procure junto de Angola apoio nomeadamente com maiores investimentos financeiros no nosso País. A mim fazia-me confusão sim se as privatizações que aí vêm fossem ganhas por empresas alemãs. 

Pareceu-me que o Sr. Shulz ficou preocupado com os angolanos, espero que não tenha por nenhum problema colorido. Todos os nossos deputados europeus deveriam questionar o Presidente do Parlamento Europeu sobre estas declarações, quais as suas intenções. Parece-me ser em tudo uma tentativa de interferência nas nossas decisões e prioridades diplomáticas.

Vou enviar agora mesmo estas perguntas que me parecem dever ser esclarecidas por este senhor, para os nossos deputados europeus do CDS. 

Sem comentários: