domingo, 16 de setembro de 2012

Portas apela ao “bom senso” e garante que coligação é para levar até ao fim



Depois de ouvir hoje de manhã o Dr. Paulo Portas, resta-me aguardar e esperar pela apresentação do próximo Orçamento de Estado, e a sua discussão na especialidade. 

Tenho a esperança de que haja ainda a possibilidade e forma de resolver o problema levantado pelo anúncio das alterações na TSU. Como puderam ouvir, quando o partido aceitou o resgate a Portugal, a questão da TSU foi precisamente uma das reservas do CDS.

Como sempre, apresentação com grande atitude e sobretudo bom senso. Revelou ser um lider com elevada responsabilidade e muita confiança, sobretudo pela forma como articulou o seu discurso. Sem falsas promessas, mas tentando tranquilizar todos os portugueses que o ouviam de que o caminho para um Portugal com futuro é dificil mas que ainda pode ser possível alterar alguma coisa. 

Confirmou o que já se sabia, e que não poderia ser de outra forma, que foi ter tido conhecimento destas medidas mas também que não estava de acordo com as mesmas e apresentando inclusivé alternativas 

O CDS está firme na coligação de Governo, apenas 1 Governo mas 2 partidos que o apoiam. É normal haver diferenças dentro de uma coligação, porque se assim não fosse seria uma fusão e não uma coligação - não podia concordar mais com estas palavras de Paulo Portas.

A esperança existe e o futuro também, e com isso Portugal tem e conta com o CDS-PP.

Podem ouvir na integra as declarações de hoje de Paulo Portas neste link : http://www.rtp.pt/noticias/index.php?article=587523&tm=9&layout=122&visual=61

Sem comentários: