sábado, 29 de setembro de 2012

Primeiro Miguel Relvas, agora António Borges !

Como se não nos bastasse todas as asneiradas que o Ministro Miguel Relvas bem fazendo, como se agora também este senhor que nem Ministro é mas acha que deve lançar os seus 'bitaites' ! 

A última do Miguel Relvas foi, perante os deputados, alertar para o perigo de uma crise de confiança nos politicos !! espantoso, não acham ? afinal de contas, em Portugal quem tem sido um dos principais responsáveis por essa mesma falta de confiança ? o próprio, Miguel Relvas; ora, aí está uma das razões para que as pessoas não tenham confiança nos politicos, a falta de bom senso e de espelhos em casa.


Parece que António Borges, magnificio e brilhante conselheiro de Portugal, logo de todos nós, pago por todos nós (e a peso de outro, pelo que consta e parece cerca de 25.000€ mensais) para nos ofender, ofender todos os portugueses e praticamente se 'barinbar' para os portugueses.


O conselheiro do primeiro-ministro para as privatizações diz que os empresários portugueses são ignorantes ao criticarem a descida da taxa social única (TSU) proposta pelo Governo. “Que a medida é extraordinariamente inteligente, acho que é. Que os nossos empresários, que se apresentaram contra a medida, são completamente ignorantes, não passariam no primeiro ano do meu curso da faculdade, isso não tenham dúvida”, afirmou António Borges. 

Já houve quem lhe respondesse à letra, e aqui o presidente da CIP esteve muito bem ao dizer que a maioria dos portugueses nunca contrataria o Dr António Borges. Eu sou um deles.


Deixo algumas considerações minhas :

  • o Dr António Borges pode discordar do que ouve, mas não pode insultar quem lhe paga o salário, não pode insultar os portugueses - parece-me a mim que recebe muito para quem diz tamanha idiotice;
  •  as palavras do Dr António Borges são precisamente o contrário do que o País precisa; atacar empresários que tanto fizeram e fazem é errado;
  • é óbvio que são os empresários que geram riqueza, investem e criam emprego, pelo que o governo só teria vantagem em tê-los como aliados estratégicos; com conselheiros destes ninguém precisa de conselhos;
  • por acaso estou enganado, ou foi este senhor que quando saiu do FMI, foi considerado incompetente para o cargo ? é que se assim foi porque o contratamos ?

E para finalizar digo-lhe Dr António Borges, os ordenados e o poder de compra dos portugueses já caiu 100 € por mês em dois anos (conforme noticia do Público : http://economia.publico.pt/Noticia/rendimento-dos-portugueses-caiu-100-euros-por-mes-em-dois-anos-1565103#.UGcwC-184B0.facebook). Não era isto que queria ? ou será que nos quer colocar a ganhar como os chineses ? sim, isso seria de certo bom para os seus verdadeiros interesses. 

Este senhor tem de ser imediatamente afastado e sobretudo despedido. Se foi contratado por todos nós, logo todos nós podemos despedi-lo, correcto ? 

Eu sou o primeiro a despedi-lo, venham os outros ! 

Sem comentários: