sexta-feira, 5 de outubro de 2012

Eu fiquei envergonhado e revoltado !



O Portugal de hoje ficou mais pobre, o Portugal de hoje ficou envergonhado, mas também revoltado, muito revoltado pelo tratamento dado à nossa bandeira !

Só posso mesmo achar que foi uma brincadeirinha, e que o culpado seja chamado à atenção. No estado em que estamos não podemos brincar, nem agir desta forma numa cerimónia oficial. O que aconteceu hoje de manhã com o hastear da bandeira nacional pode ter vários significados, que de facto foi uma vergonha e que nos embaraça a todos isso não à dúvida, terá sido o 'grito' de revolta de alguém ? se foi escolheu mal o lugar e a altura para o fazer, quero acreditar que foi mesmo e só mau profissionalismo de alguém.

Como se não bastasse isso, vimos em direto imagens vergonhosas de uma senhora a ser afastada, empurrada e quase levada ao colo, só faltou mesmo lhe baterem, por 4 (sim 4!) seguranças para fora de uma cerimónia oficial portuguesa - curioso foi ouvir o António costa dizer que era aberta a todos !!!! aberta como se nem chegar perto da Câmara as pessoas podiam ?? mais valia ter ficado calado e não comentar.

Portugal está doente, será esta a cura ? não sei, mas o que sei é que acredito no CDS-PP e nos seus representantes para pelo tentarem remendar as asneiras e barbaridades que o Gaspar e Ca fazem quase diariamente. 

Tenho visto nas últimas semanas, e vi hoje de novo, uma réstia do que é o meu CDS, daquilo que espero que aconteça daqui para a frente. Cá estarei e cá estaremos todos para ver se é conseguimos colocar ordem na casa.

Há que dar o 'grito' da revolta dentro do Governo !

1 comentário:

João Bárbara disse...

O site da Presidência da República relembra que :

"A bandeira nacional é símbolo da soberania da República, da independência, da unidade e integridade de Portugal é a adoptada pela República instaurada pela Revolução de 5 de Outubro de 1910"

Só não percebi então porque não houve alguém da Presidência da República e 'comandar' o ato solene. Não se pode, nem se deve deixar este tipo de atos solenes nas mãos de uma autarquia e que por sinal até é socialista (mas isso é só coincidência, ou será que não ?)