quinta-feira, 4 de outubro de 2012

SER CONTRA é ser PC e BE !

Caros amigos (as),

Tive para não dizer nada, mas aqui fica a minha opinião sobre mais uma Moção de Censura ao Governo.

O PCP e o novo BE, voltaram mais uma vez à carga, desta vez com Moções de Censura ao Governo de coligação PSD-CDS. Bom, é mais do mesmo, portanto, sem novidade aparente. A novidade veio na desfaçatez do piscar de olhos ao Partido Socialista e no apelo à unidade da “grande esquerda” – seja lá isto o que for ! Como se fosse possível haver união à esquerda !

No entanto, está no ADN destes dois partidos da chamada "esquerda radical" derrotar sempre o PS. É uma espécie de instinto de sobrevivência. Um contra senso, não vos parece ? querem, não querem, querem, não querem .... parece uma brincadeira !

Quanto mais o PS cresce e a respetiva influência política e social, menor será a relevância daqueles dois partidos à esquerda. Parece-me que talvez por isso, sempre que o PS esteve no poder nunca se ouviram aos ditos partidos apelos à concertação e à união. Aliás, mesmo pelo contrário, do PCP e do BE só vieram mesmo moções de censura e todo o tipo de habilidades. A direita, o PSD e o próprio CDS agradeceram sempre. Aí está a dita falta de união à esquerda. 

Acontece que a esquerda não é uniforme nem igual, à diversas esquerdas, umas mais à esquerda que outras. Por isso tem de ter aquilo que apelidam de sentido da responsabilidade na oposição e o sentido de Estado no poder.  


O País está num estado em que é necessário ter o tal sentido de responsabilidade. Assim manda a cidadania responsável. O país, neste momento, precisa de fato de um choque cívico e de um sobressalto social, todavia neste momento, nos dias de hoje devemos dispensar os desmandos de quem está apenas no contra ... só mesmo por ser do contra - aqui está situado o PCP e o BE.

Sem comentários: