sexta-feira, 16 de novembro de 2012

Video - tribute to Luis Carreira

Uma grande perda para Portugal, para o Algarve a para todos os amantes e simpatizantes do motociclismo nacional. Luis Carreira morreu nas qualificações do Grande Prémio de Macau.




A Comissão Organizadora do Grande Prémio de Macau confirmou esta quinta-feira, em conferência de imprensa, a morte do piloto português Luís Carreira, que sofreu um despiste durante a primeira qualificação da prova de motos.

Luís Carreira, da Bennimoto/Raider/Cetelem, participava pela sétima vez no Grande Prémio de Macau, tendo sofrido hoje o despiste mortal na curva dos Pescadores, já na zona mais rápida do circuito.

"A Comissão do Grande Prémio de Macau lamenta informar que Luís Filipe de Sousa Carreira, concorrente n.º 33, de Portugal, no 46.º Grande Prémio de Motos de Macau, sucumbiu aos ferimentos resultantes de um acidente ocorrido, esta tarde, na sessão de qualificação", disse Costa Antunes, coordenador do evento, em conferência de imprensa.

O mesmo responsável explicou que o acidente "aconteceu na curva dos Pescadores, às 15H58 (7H58 em Lisboa) e não envolveu mais nenhum concorrente. As bandeiras vermelhas foram imediatamente apresentadas na sessão", que acabaria por não ser retomada.

Costa Antunes disse ainda que os "serviços médicos, um veículo de intervenção rápida, totalmente equipada, e uma ambulância com dois médicos de serviço, em local perto do acidente, prestaram assistência imediata ao corredor e depois do diagnóstico clínico, Luís Carreira foi imediatamente transportado de ambulância para o hospital, onde deu entrada às 16H08".

Apesar da assistência pronta e dos cuidados médicos, que incluíram reanimação "cardio-pulmunar, o concorrente não resistiu e sucumbiu aos ferimentos às 16:28", acrescentou Costa Antunes ao salientar que a Comissão Organizadora do Grande Prémio já contactou a família do piloto e membros da equipa, apresentando condolências.

Luís Carreira, 35 anos, estava em Macau pela sétima vez depois da estreia em 2004 onde não foi além do 24.º lugar.

A sua melhor corrida aconteceu em 2008, na quarta vez que participava no Grande Prémio de Macau, tendo conquistado o quarto lugar.

Na primeira sessão de treinos livres na manhã de hoje, Luís Carreira tinha conseguido o quinto melhor tempo, guiando a sua Suzuki 1000 em 2.34,242 minutos na volta mais rápida que fez ao circuito urbano da Guia, com 6,1 quilómetros.

Sem comentários: