segunda-feira, 9 de outubro de 2017

Lutas pelo Algarve: portagens e petróleo



DIGO JÁ CHEGA


Estas são duas das lutas que "abraço" desde já, uma que já não me é nova, que é precisamente a luta contra as portagens na Via do Infante. 

A exploração de petróleo é mesmo para acabar, e desde já digo que a luta vai continuar até acabar mesmo. Vamos à luta!

Desde sempre que tive muitas renitências com a inclusão das portagens, inicialmente até coloquei a hipótese da existência mas com muitas restrições e condições para as empresas e particulares a residir no algarve. No entanto, rapidamente percebi que não faz sentido continuar com a insistência no pagamento de portagens na A22. Já se percebeu que é demasiado prejudicial, e injusto para com os residentes para aceitarmos a sua continuação. É para acabar, e já. O Governo fala em reduzir ano após ano, mas não podemos aceitar isso, é mesmo para acabar já. 

O deputado do BE pelo algarve, João Vasconcelos, tem tido uma luta incansável nesta matéria. É preciso tirar-lhe o chapéu por todo o tempo que dedicou a este assunto, merece o nosso Grande aplauso. E mais digo, que pela 5ª vez nos últimos 2 anos, foi entregue proposta para a abolição das portagens na Via do Infante. Aguardamos pela discussão e votação, que darei aqui a devida nota.

Noticia: https://regiao-sul.pt/2017/09/21/sociedade/bloco-de-esquerda-volta-a-tentar-abolicao-das-portagens-na-via-do-infante/395047#prettyPhoto

Em Novembro de 2011 foi assim que escrevei, não mudei a minha opinião, ficou foi mais farta e cansada de nada acontecer na prática e ter de continuar a pagar .....

"Na minha opinião pessoal, a denominada A22 não tem as devidas condições de segurança necessárias para se circular como auto-estrada. 

Ora vejamos : 

- nesta altura do ano, com alguma chuva os lençóis de água são um perigo constante; 
- as lombas mais que muitas; 
- a alteração do piso nalguns locais é assustadora e perigosa; 

 Mas, o pior mesmo é a falta de alternativa à A22. Só mesmo quem não circula na EN125 é que pode entender e dizer que a mesma é uma alternativa à A22. E não falo só no tempo de deslocação de um ponto ao outro, mas também na segurança, ou melhor insegurança que a EN125 representa para quem lá circula. 

Preocupa-me que o Governo esteja mais interessado no que pode ganhar com a introdução de portagens no Algarve, do que propriamente com o que o próprio Algarve pode perder com essas mesmas portagens, e isto já para não falar na segurança que é totalmente descurada. "

Sem comentários: