terça-feira, 17 de outubro de 2017

[Opinião] E o que fazer quando tudo teima em arder?



O País continua a arder, já passa da centena de mortos e das duas centenas de feridos, alguns de certo com marcas para toda a vida. 

Não posso, Não podemos ficar indiferentes a esta situação. Algo deve ser feito.

É preciso que os Cidadãos vejam mudanças na maneira como o país se prepara, e também como reage perante uma catástrofe destas. O que estará mal, para não haver reação à altura por parte das autoridades? será falta de preparação de quem governa, de quem comanda? de certo que não por parte de quem está no terreno, basta ver e falar com os bombeiros, polícias, GNR, pessoal médico e de apoio social para perceber que por aqui faz-se o que se pode.

Ainda hoje, voltaram a passar imagens terríveis, que parecem fazer-nos crer que existe falta de liderança, seja governativa, será no comando? O que não podemos aceitar e temos de ser contra a inoperância de quem lidera. Não de um governo em particular, mas de uma serie de governos, que mais parecem ser um verdadeiro desgoverno.

Politicamente, existem varias propostas, mas quero neste momento deixar um artigo no Bloco de Esquerda que me parece muito acertado, embora exista muito mais a fazer do que o que aqui é proposto.

Bloco quer juntar a prevenção e o combate ao fogo na mesma estrutura do governo

Catarina Martins considera que é necessário alterar “o próprio paradigma com que temos combatido os incêndios”, o que obriga a uma estrutura governamental que concentre gestão da floresta e combate aos incêndios. Ao contrário de outros países, Portugal tem “uma divisão estanque entre floresta e combate aos incêndios”, algo que “não tem sentido” que continue.

Sem comentários: