Hoje apetece-me pensar que isto vai acabar um dia



Hoje só me apetece mesmo pensar que isto vai passar, e vai acabar um dia .... um dia destes! O estarmos dependentes, e nas mãos de outros, leva-nos a pensar, que não controlamos o nosso destino, a nossa vida.

Preocupa-me esta abertura para breve, Preocupa-me ver que as pessoas não se protegem, Preocupa-me ver que as pessoas negligenciam a vida dos outros, colocando-os em risco .... e por aí fora!

Compreendo a necessidade de abertura da sociedade, da tal economia, no fundo, da continuação da vida em sociedade. Percebo, e compreendo. Mas, não me deixa de preocupar e pensar o que estará primeiro da nossa vida em sociedade.

A Saúde Pública e Vida de todos Nós, ou, a Economia e os Negócios????

O que está primeiro muda consoante estás ou não ligado ao mundo dos negócios. Quem manda nestas decisões? Quem tem "força" para influenciar estas decisões? Quem pode exercer algum tipo de pressão para determinas decisões?

Esta foi uma semana de pressão, de influência sobre quem decide. Foram reuniões, e reuniões, para determinar quem pode e o que pode. Uns puxam para um lado, querem que os seus associados possam trabalhar, seja a que custo for, Outros que sejam os seus, Outros quem vender a outros, e por isso querem que sejam esses a começar a abrir já.

E onde ficam os pais e mães no meio disto? uns forçados a deixar os seus filhos de tenra idade da creche, outros a terem de ir trabalhar, mas com filhos em idade escolar a terem aulas à distância, e o que fazer neste caso? deixar crianças de 7 ou 12 anos sozinhos? acham que vai correr bem?

E, já agora, pouco se tem falado nos pagamentos das propinas das universidades públicas. Sim, porque ao contrário das creches e escolas públicas, nas universidades públicas paga-se propinas. Curioso estarmos a falar nisto, neste preciso momento em que se aproxima o dia da Liberdade, o dia em que se percebe que, apesar da Constituição da República Portuguesa referir que a Educação deve ser gratuita, isso não acontece nas universidades públicas. Paga-se e não se bufa. E paga-se agora em que as aulas são à distância (algumas, porque as práticas penso ser da compreensão de todos que taç não é possível, pelo menos da forma mais correta), os ginásios e espaços não são desgastados, a luz e água não é gasta, mas a Universidade cobra o mesmo. Legítimo? não me parece. Se associarmos a isto que existem quartos para pagar, porque afinal, queremos ou não garantir que os nossos filhos têm as condições para regressar à universidade? sim, tem de ser pago na mesma. Fala-se em muitos apoios, mas aqui parece que tudo e todos se esquecerem dos universitários e das suas famílias. O engraçado vai ser, ver a quantidade de alunos que as universidades vão perder .... se calhar podiam pensar nisto antes ... .digo eu. Mas, afinal não somos uma empresa, nem um negócio, e não temos nenhuma associação empresarial ou sindical a nos defender, estamos sozinhos .... pensem nisto quando forem votar nas próximas eleições, pensem em que nada fez para aliviar esta despesa enorme que é ter um estudante universitário. 

Como pai, e até como estudante universitário que sou, sinto-me abandonado pelos governantes.

Para acabar a semana, eis que surge a linda notícia, o sr PR e o sr PR AR e seus comparsas, decidem que estão acima do povo, sabem daqueles tansos que votam neles, e podem fazer a festa da Liberdade e do Trabalhador. Parece que não faz mal, vão ser poucos (só 140), nada demais, afinal estamos a falar da festa da Liberdade. A mesma liberdade que nos tiraram no último mês, porque havia e continua a haver risco ... desde que seja para o povinho.

É preciso explicar a esses senhores que a liberdade deles acaba, ou começa a nossa, tenham vergonha na cara e redimam-se da decisão tomada. Apesar de pensarem, não estão, nem nunca estarão acima dos outros. Podem pensar que sim, até agir como tal, mas não estão.

Eu assinei as petições abaixo, para tentar reverter e abrir os olhos, para quem manda e tem o poder da decisão. Não interessa se são repetidas, é preciso forçar à mudança. Façam como eu e assinem todas, só perdem uns minutos.

https://peticaopublica.com/pview.aspx?pi=PT98740
https://peticaopublica.com/pview.aspx?pi=PT98680
https://peticaopublica.com/pview.aspx?pi=PT98716
https://peticaopublica.com/pview.aspx?pi=PT98649


@joaobarbara


Comentários