O meu apelo à transmissão online das Assembleias Municipais de Portimão

(imagem do site Algarve Marafado)

Caros amigos e amigas, 

Este semana realizou-se mais uma Assembleia Municipal de Portimão, mas desta vez sem a presença de público. É verdade que é usual sermos muito poucos a assistir, mas a proibição não me parece ser o mais correto. 

Nas últimas semanas, temos visto cenários de concentração de pessoas em espaços abertos e fechados, que nos fizeram relembrar que a democracia é algo estranho, é algo que poucos decidem, para muitos seguirem. Ainda muito recentemente, se juntaram centenas, senão milhares, de pessoas no Campo Pequeno, que eu saiba espaço fechado. Procurem as fotos na internet, e concluam por vocês mesmos. O que me parece, é que cada "pequeno poder" existente decide por si, basicamente, cada um por si. 

Aqui dava para muitas linhas de conversa, mas fica para outro dia, para outro post. 

Deixo-vos com uma pergunta que coloquei à Assembleia Municipal de Portimão, por email, à distância, como é paradigma dos dias de hoje. 

Fica o meu apelo (e já não é a primeira vez que o faço) para que as Assembleias Municipais de Portimão, sejam transmitidas em direto, e possam assim ser verdadeiramente acessíveis a todos os portimonenses. 

"Exmo. Sr. Presidente da Assembleia Municipal de Portimão, 

Venho por este meio lamentar, e manifestar o meu desapontamento, para o facto de não poder assistir presencialmente à Assembleia Municipal de hoje. Percebo que as circunstâncias são únicas, e por isso mesmo, pedia da Vossa Excelência, uma atitude única e diferenciadora. 

A legalidade da decisão nada tenho a apontar, a questão da saúde pública também o posso aceitar, embora entenda que seria possível a participação de algum público. Afinal de contas, são sempre muito poucos os que assistem presencialmente às Assembleias Municipais em Portimão.

Nos últimos anos, mesmo mandatos, foram várias as bancadas parlamentares, e se quisermos referir, podemos mesmo dizer que da esquerda à direita, que apresentaram moções para que as Assembleias Municipais de Portimão tivessem transmissão em direto, permitindo assim chegar a muitos portimonenses. Esta situação demonstrava abertura e vontade de chegar ao povo, a todos aqueles, que por uma razão ou outra, não querem, ou não podem estar presentes nas assembleias. 

Neste sentido, dado que a Município tem técnicos capazes de o fazer, e até já o demonstraram noutras ocasiões ser possível de fazer estas transmissões, questiono se existe intenção desta Assembleia de passar a transmitir as sessões em direto para o povo portimonense?
 
Não se esqueça, que tempos únicos, merecem atitudes únicas.

Obrigado
João Bárbara"

Comentários