[por Lisboa até 2021] propostas do Bloco de Esquerda para a Educação




Esta semana, o Bloco de Esquerda, levou ao parlamento, várias propostas no âmbito da Educação, nem todas com o mesmo resultado.

Foi aprovado, o projeto de resolução apresentado, para alargar os mecanismos de ação social, e para garantir o acesso ao mecanismo extraordinário de dívidas de propinas, a todos os estudantes internacionais, que se encontram a estudar no ensino superior público, em Portugal. Ainda, relativamente aos estudantes internacionais, foi chumbado o congelamento de qualquer aumento no valor da propina cobrada a estes estudantes. 

em falta: não só o congelamento, como mesmo a redução/extinção das propinas nas universidades públicas portuguesas, e isto para todos os alunos

O texto de substituição, do projeto de resolução do Bloco de Esquerda , que garante que as crianças cujos pais perderam rendimentos não podem ser excluídas das creches, também foi aprovado.

Estranhamente, o projeto de resolução para o prolongamento do fornecimento de refeições escolares, aos alunos beneficiários da ação social escolar, durante as férias de Verão, teve o PS a votar contra, e o PSD a se abster. Bloco central mais uma vez a trabalhar em equipa. Desta forma, não fica garantido o acesso a refeições por este frágil grupo de estudantes.

@joaobarbara

Comentários