Quem tem lucros, Quem tem apoios públicos, NÃO PODE despedir

 


Não posso estar mais de acordo, só acrescentava "e quem teve apoios públicos, não deve poder também despedir". 

Parece duro, mas olhem que já vi esta frase mais dura e direta. É verdade, para mim a frase ficava melhor se fosse: "Quem tem lucros, Quem tem apoios públicos, NÃO PODE DESPEDIR EM TEMPOS DE PANDEMIA. Porque é isso que está em causa, o tempo que vivemos é de exceção, e por isso mesmo, as medidas devem ser excecionais. 

Não se pode admitir, e permitir, que uma empresa, ou mesmo associação/clube, que receba apoios públicos, sejam estes como linhas PME, como subsídios ou mesmo como contratos-programa com municípios ou freguesias, possam e dispensem trabalhadores. 

Não concebo que estes apoios públicos, mas uma vez digo isto, porque é muito importante, APOIOS PÚBLICOS, sirva para salvar essas empresa, associações sou clubes, e ao mesmo tempo sirva para engrossar o desemprego, os subsídios de desemprego e para afundar os trabalhadores. 

NÃO ACEITO!

Comentários