Alternativa Novo Curso - Moção N_Nota de Imprensa

 


NOTA DE IMPRENSA






Os membros da Mesa Nacional do Bloco de Esquerda eleitos pela Moção N vêm por este meio clarificar que a sua retirada do encontro de hoje (28 de Novembro de 2021) teve origem no facto de todos os Plenários Distritais e Regionais (que ocorreram entre os dias 19 e 21 do corrente) terem deliberado sobre a constituição das listas de candidatos e candidatas à Assembleia da República em incumprimento do disposto estatutariamente, cujo teor indica que os cadernos eleitorais fecham seis meses antes da data de convocação para  qualquer processo de eleição (como é o caso destas listas à A.R.). 


Tendo em conta que a deliberação de convocação destes actos foi tomada na reunião da Comissão Política de 2 de Novembro último, a data de encerramento dos cadernos eleitorais teria de ser 3 de Maio último e não 3 de Abril, tal como consta no Regulamento específico.


Miguel Oliveira (representante da Moção N na Comissão Política) identificou o erro no Regulamento e comunicou esse facto a todos os restantes membros da referida Comissão, em e-mail datado de 7 de Novembro. Nada foi alterado, pelo que qualquer decisão proferida em situação de incumprimento estatutário carece de fundamento e de legitimidade.


Em consciência, os membros da Moção N na Mesa Nacional não poderiam dar o seu aval a mais este atropelo às mais elementares regras democráticas e jurídicas, pelo que se retiraram dos trabalhos antes de efectuada qualquer votação sobre as listas e sobre o programa político com que o BE se apresenta às eleições de 30 de Janeiro de 2022.


Os mesários eleitos pela Moção N, no entanto, afirmam-se também solidários com os membros eleitos pela Moção E no que diz respeito à questão da lista de Santarém assim como a de Portalegre.

Ana Massas, Miguel Oliveira, Paula Pereira, Paula Rosa e Pedro Pereira Neto


Alternativa Novo Curso - CORROSIVO

@joaobarbara

Comentários