O verdadeiro Autismo do Partido Socialista portimonense e dos seus deputados

 


Mais uma vez, e em sede de Assembleia Municipal de Portimão, o PS votou contra a moção apresentada pelo Bloco de Esquerda "Transmissão Online e disponibilização de áudio e vídeo das sessões da Assembleia Municipal de Portimão". Nesta mesma assembleia, também a coligação Portimão Mais Feliz apresenta moção na sua globalidade semelhante à apresentada pelo Bloco de Esquerda. 

Em tempos houve uma aprovação de uma moção com este teor, embora nunca implementada pela Assembleia Municipal de Portimão [outro dos gravíssimos problemas a resolver na Assembleia Municipal de Portimão, o não seguimento das decisões tomadas].

É positivo perceber que neste campo a oposição [seja esta de esquerda como de direita] estão no mesmo sentido. No caminho da transparência, do combate à crise de participação democrática e na aproximação das instituições públicas aos cidadãos. 

No entanto, e apesar de não haver aqui qualquer tipo de questão de índole política que nos separe, o PS Portimão votou contra, por formalismos [o que querem fazer passar para a opinião pública] mas verdadeiramente por outros motivos.

A deputada Marina Esteves referiu que "o Regimento nada refere sobre gravações". Acrescenta que "temos de tratar as gravações com cautela" ... só após a alteração ao regimento. 

Infelizmente também tivemos o deputado Figueiredo Santos a acusar as restantes forças partidárias de autismo [porventura o momento mais triste deste curto mandato], mas o PS entende que esta discussão só pode ser feita onde e quando quiserem. Arrisco-me a dizer que o tal autismo é sim do próprio partido socialista e o maior exemplo disso é não queremos a transparência para quem elegeu e representa o povo portimonense. Até parece que as propostas da oposição não são sérias, apenas o que o partido socialista apresenta é sério e vale a pena [é o problema das maiorias ... depois não digam que não avisei].

Saliento que esta discussão vem de 2013 (tal como referido pelo deputado Marco Pereira, do Bloco de Esquerda), várias propostas foram feitas, não é nova e parece-me que já todos estão fartos desta discussão. Provavelmente em todos os concelhos algarvios onde isso é uma realidade estão contra a Lei. Quem sabe se não será assim e todas as decisões e deliberações tomadas podem então ser impugnadas!

Resta-me felicitar a oposição pelo voto a favor e pela tentativa de melhorar Portimão, melhorar a comunicação com e para os portimonenses. Obrigado ao BE, Portimão MAIS FELIZ, CDU, PAN, PSD, e CHEGA. O interesse suprapartidário prevaleceu para a oposição. 

Uma ressalva para a deputada independente que votou contra porque as moções a votação não estavam assinadas!!! Upps ... este é o nível que temos nalguns deputados da Assembleia Municipal. O exagero legal e burocrático pouco interessa aos portimonenses, na prática tudo se mantém e reservado a um grupo restrito de pessoas [vi isso recentemente num filme].

Não consigo perceber nem aceitar que mais uma vez a transparência não seja uma realidade em Portimão. Se por um lado temos um "Big Brother" no estacionamento em Portimão [inquestionável para o executivo], por outro os senhores deputados não querem que os portimonenses assistam ao que se passa na Assembleia Municipal de Portimão. 

Vamos agora pensar no que está aqui em causa, a imagem, apenas a imagem. O som está disponível para quem quiser ouvir. Estranho esta questão, um problema mas não faz sentido. 

Vamos relembrar o que foi aprovado por unanimidade em Assembleia da República. Sim, unanimidade. Conforme foi relembrado pelo deputado Ricardo Cândido o PAN que a Assembleia da República aprovou a Carta de Direitos Fundamentais na Era Digital, curioso é ver que esse documento tem o selo do Partido Socialista Parlamento. 

Parece que para o deputado Figueiredo Santos e para o PS Portimão, a Assembleia da República não tem a importância e relevância que eu entendo que tem. Este sim é o verdadeiro autismo político do Partido Socialista portimonense, preso em si próprio e para si próprio.

Podem consultar as moções apresentadas aqui e todos os áudios das Assembleias Municipais aqui. Tudo disponível no site do município, na parte da Assembleia Municipal de Portimão.

@joaobarbara

Comentários