O caos do estacionamento na Rua Poeta João Bráz

 

Já à algum tempo que estou para fazer esta publicação, mas fiquei à espera para ver se algo acontecia [assim tipo milagre]. 

Vamos falar sobre a Rua Poeta João Bráz, embora o problema seja idêntico em inúmeros outras ruas da nossa cidade.

Para quem não sabe fica perto da Escola Primária Major David Neto na zona da Malata. Uma rua residencial e que tem duas seguradoras, uma escola de condução, dois barbeiros, uma clinica médica dentária (com mais duas na proximidade), dois espaços de cosmética, dois espaços de pizza take away, uma pastelaria e mais dois espaços comerciais diversos. 

Como devem imaginar, numa rua assim e com prédios de seis andares e dois e três apartamentos por prédio, percebe-se que a densidade populacional é demasiada para os espaços de estacionamento existentes. 

Para os críticos que dizem, estaciona mais longe, deixo uma nota. Nas ruas limítrofes e adjacentes o cenário não é melhor, por isso esse argumento não serve. Mas, obrigado pelo contributo e sugestão. 

Durante o dia então torna-se ridículo tentar estacionar (eu percebo isso quando estou em casa). Ao fim do dia não melhora, pois o fluxo dos clientes de alguns destes espaços torna muito complicado ter onde deixar o carro. 

Antes de deixar a minha proposta, deixo a minha crítica a quem não tem qualquer preocupação com a densidade populacional e comercial quando autoriza prédios com espaços comercias de forma desproporcional. Digo desproporcional por ficarem localizados em zonas residenciais, o que torna a vida das pessoas mais difícil. 

Arrisco-me a chamar a isto um descontrolo do ordenamento da cidade, verificado por todo o Portimão. 

Como se isto já não fosse suficiente, o município decidiu à uns meses atrás "cortar" mais alguns lugares de estacionamento, pintando umas "zebras amarelas" na estrada. Estamos a falar de aproximadamente dez espaços. É verdade que o motivo é justificável, o carro do lixo da EMARP que vem diariamente recolher o lixo tinha muita dificuldade em passar com carros estacionados de um lado e do outro da rua.

Na minha opinião, antes de cortar os espaços deveria ter sido procurada alternativa. E parece-me a mim que há. 

Em primeiro deixo uma critica a quem utiliza os "espaços verdes" [que de verdes só têm mesmo o nome] para estacionar as carrinhas e os jipes, deixando o espaço como se pode ver na foto ao lado.               

Mas também digo que entendo porque o fazem, o veiculo permite e a alternativa não existe.

É o morador a desenrascar-se como pode. 

Posso dizer que no Verão é pior, não existem estacionamentos, nem "espaços verdes" e por vezes até dentro das garagens é o caos. Mas isso é o Verão que temos, o resto do ano é como se vê,

É o total caos no ordenamento da rua.


Passo agora a explicar a minha proposta,  

Onde está marcado a amarelo foi precisamente onde foram pintadas as zebras amarelas para não possibilitar o estacionamento. Mas nestas zonas o passeio é bastante espaçoso [assim do tipo quase que dá para jogar futebol] o que me parece ser possível "roubar" uma parte ao passeio e transformar aquelas zonas em mais alguns lugares de estacionamento.  

Desta forma, mesmo com veículos estacionados dos dois lados já seria possível passar o veiculo da EMARP para a recolha do lixo sem problema.

Ser possível é, se tecnicamente é possível não sei, mas creio que sim. Fica a minha sugestão e proposta que será enviadas nesta data para o município. Aguardemos. 

Gostava de saber da Vossa opinião, da opinião dos portimonenses em particular dos que vivem nesta zona.



@joaobarbara


                                                                                                                                          





Comentários