Sinéad O'Connor - Nothing Compares 2U (Official Video)


Hoje apeteceu-me relembrar esta grande senhora que marcou muito a minha juventude. Devo ter ouvido vezes sem conta esta Nothing Compares 2U, principalmente nos bons momentos das matinés da Teixeira Gomes.

Não conhecia nada da sua vida pessoal, soube pessoalmente que teve uma infância e juventude com a presença constante de violência e insultos.
Sinéad O´Connor cresceu com uma mãe que a espancava, e insultava. A mãe morreu nova. Quando Sinéad foi com os seus irmãos a casa da mãe, só quis ficar com uma coisa: uma foto do Papa João Paulo II que a mãe tinha na parede do quarto. O que pareceu muito estranho pois já nesta altura se falava na Irlanda da monstruosidade dos muitos crimes contra as crianças cometidos por membros da Igreja Católica, naquela altura todos silenciados pela cúpula.
Duas semanas antes do concerto no Madison Square Garden, Sinéad foi convidada do programa televisivo Saturday Night Live, cantou a capella a sua versão de War de Marley, e no fim tirou do bolso a foto que tinha estado anos na parede do quarto da mãe, e rasgou-a em quatro pedaços em grande plano em direto na televisão. Foi um escândalo na altura, tendo sido banida para sempre do canal de televisão NBC. Nos EUA, as pessoas juntavam-se na rua para queimar tudo o que tinham em casa que tivesse que ver com ela, CD’s, posters, roupa com a sua cara, etc ...

Nunca ninguém pensou o que havia por trás daquele ato em direto. Hoje volta-se a falar das atrocidades cometidas durante décadas e décadas.

Sinéad teve quatro filhos, três rapazes e uma rapariga. O mais velho nasceu quando ela tinha vinte anos, três semanas antes de sair o seu primeiro álbum. O seu terceiro filho, Shane, suicidou-se. Sinéad teve que ser internada por não estar a conseguir lidar com este horror de ter perdido o seu filho, mas já saiu do hospital e publicou nas suas redes sociais um apelo para que ninguém siga o exemplo do seu filho.

Tinha programado um digressão em 2020, mas a pandemia veio atrasar e quem sabe mais do que isso. Rememberings, é a sua biografia, foi editada Abril de 2020. Espero tê-la comigo em breve.

Informações por Teresa Villaverde, Público, 24/01/2022

@joaobarbara

Comentários